Design sem nome (14)

Qual a diferença entre reciclagem e reutilização?7 min read

qual-a-diferenca-entre-reciclagem-e-reutilizacao

A reciclagem e a reutilização são formas ambientalmente adequadas de destinação de resíduos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos. Apesar disso, existem muitas questões sobre qual seria a melhor forma de destinação

Conteúdo

Qual a diferença entre reciclagem e reutilização?

Na ordem de prioridade na gestão de resíduos sólidos apresentada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) a reutilização vem antes da reciclagem. Por isso, os resíduos devem ser reutilizados antes de serem descartados para a reciclagem, pois muitas vezes a reciclagem tem uma emissão maior de gases de efeito estufa – os resíduos são transportados até a empresa recicladora e precisam de energia para transformação de suas características físicas e químicas.

Resumidamente a reutilização é a continuação do uso de um produto, seja na mesma função ou não. Já a reciclagem é a transformação física e/ou química de um material descartado, com o intuito de se obter uma matéria-prima ou um novo produto.

O conceito de reciclagem ainda é mais amplo e podemos acrescentar a compostagem , o processamento de resíduos degradáveis, lodos de ETE biológicas (inclusive sanitários), materiais filtrantes agroindustriais como terra diatomácea, podas de árvores brutas ou trituradas, produtos alimentícios vencidos ou fora de especificação, restos de alimentos provenientes de restaurantes, supermercados, ceasas, entre outros, também como reciclagem. Mas os materiais mais conhecidos como recicláveis são: papel, metal, vidro, tecido, plástico e mesmo componentes eletrônicos.

Já na reutilização o material não passa por uma transformação em um novo produto. Ao reutilizar um produto, na mesma função ou não, se está combatendo o desperdício. Desse modo, papéis usados podem se transformar em blocos de rascunho, móveis podem ganhar novas funções, garrafas podem se tornar objetos de decoração, entre outros. Depende apenas da criatividade das pessoas.

Inscreva-se em nossa newsletter

Acesse, em primeira mão, principais posts de gestão de resíduos diretamente em seu email

Qual a importância da reciclagem?

Ao enviar os resíduos para cooperativas ou empresas de reciclagem, estamos evitando o envio destes materiais para os aterros sanitários e gerando renda para várias pessoas. A reciclagem ainda evita a extração de recursos como matéria-prima.

No Brasil, a reciclagem possui muitas barreiras, principalmente a porcentagem de coleta, sendo que apenas 41,4% da população tem acesso a coleta seletiva. Já no que diz respeito à reciclagem,  segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), apenas 2,1% de todos os materiais recicláveis foram realmente reciclados em 2020. Este número se mantém igual nos últimos 3 anos e é abaixo da média global de 9%.

A quantidade de resíduos de plástico em específico, já que é um dos materiais que está chamando mais atenção para o descarte, foi de 11,3 milhões de toneladas só em 2019, segundo a WWF Brasil. Deste montante gerado apenas 1,3% foi de fato reciclado. A reciclagem, quando a reutilização não é possível, é a única opção de fim de vida que permite que os resíduos retornem à cadeia de abastecimento.

Já a reciclagem de alumínio, segundo dados do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2016 foi de 38,5%, considerando a quantidade total do uso doméstico do material, conferindo ao país uma posição de destaque internacional principalmente pela eficiência no ciclo de reciclagem. Em 2015, o Brasil reciclou 602 mil toneladas de alumínio evitando a extração de aproximadamente 2.400 toneladas de minério de bauxita, além da economia de energia gerada. O Brasil também é considerado o país que mais recicla latas de alumínio, em 2015 chegou a reciclar 97,9% deste material.

Qual a importância da reutilização?

Na reutilização o material não entra em um novo ciclo de produção, ele é usado para a mesma ou outra função. Ao reaproveitar materiais, colaboramos com a gestão de resíduos, já que daremos outra função para os resíduos em vez de descartá-los, e na redução da exploração de recursos naturais. 

Esta atitude visa reduzir o desperdício e prolongar a vida útil desse material, como exemplo, o vaso de flor com garrafa de vidro, o bloco de anotações com papéis já usados ou o uso de pneus para jardins.

Tanto a reutilização e a reciclagem fazem parte da gestão de resíduos estabelecida pela PNRS e contribuem para diminuir a quantidade de resíduos que vão para aterros sanitários. Uma destinação não é melhor que a outra, sendo que as duas devem ser seguidas, junto com as outras etapas (não geração, redução, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos), para se ter uma boa gestão de resíduos sólidos.

 A Recicla.Club pode te ajudar a aumentar a reutilização e a reciclagem na sua empresa. Conheça nossa Gestão de Resíduos por Assinatura.

Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook
Twitter
LinkedIn