Design sem nome (14)

Entenda o que é a Avaliação do Ciclo de Vida6 min read

representacao da logística reversa que faz parte da analise de ciclo de vida

Para a biologia o ciclo de vida abrange uma série de mudanças e transformações que ocorrem nos seres vivos desde o seu nascimento até a sua morte. Algumas definições costumam focar na explicação no ciclo de vida dos seres com reprodução sexuada.

Mas quando se fala de Análise ou Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) é em relação a técnica que quantifica os impactos ambientais de produtos e processos produtivos.

Conteúdo

O que é Avaliação do Ciclo de Vida?

No Brasil existe a ISO 14040 que estrutura a condução de um estudo de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV). Nela a técnica é definida como: método de avaliação aspectos ambientais e impactos ambientais associados a um produto mediante a compilação de entradas e saídas de um sistema de produto e dos impactos ambientais causados por essas entradas e saídas.

logistica reversa

A ACV estuda os aspectos ambientais e os impactos potenciais ao longo da vida de um produto (do berço ao túmulo, como é conhecida). Leva-se em consideração desde a aquisição da matéria prima, passando pela produção, uso e disposição.

Se espera que com essa avaliação seja possível mudanças:

  • Para prever e reduzir impactos ao longo de todo o ciclo de vida do produto.
  • Na tomada de decisões estratégicas de governos, indústrias e instituições não-governamentais.
  • Na seleção de indicadores ambientais.
  • No marketing para a empresa produtora.

Essa é apenas uma das técnicas de gestão ambiental e pode não ser aplicada em todas as situações, por deixar de fora aspectos econômicos e sociais.

Fases da Avaliação do Ciclo de Vida

A primeira fase da estrutura do ACV é definir o objetivo e escopo, que devem ser alinhados com a aplicação pretendida. No objetivo deve estar definida a aplicação pretendida, a motivação para tal avaliação e o público-alvo.

Já no escopo devem estar presentes:

  • Unidade funcional, que define precisamente o que está sendo estudado e cria uma unidade de referência para o sistema de produto, onde as entradas e saídas podem ser relacionadas..
  • Fronteiras do sistema.
  • Pressupostos e limitações.
  • Procedimentos de alocação.
  • Método e categorias de impacto selecionadas.

A próxima fase é a análise de inventário que envolve a coleta de dados e procedimentos de cálculos para quantificar as entradas e saídas do processo. Com a coleta de dados e maior conhecimento do sistema, pode ser que seja necessário uma revisão dos objetivos e escopo.

Na fase de avaliação de impacto são avaliados os possíveis impactos encontrados ao se analisar o inventário. Nesta fase é necessário fazer a correlação de dados do inventário por categoria de impacto (classificação), a modelagem dos dados de inventário dentro das categorias de impacto (caracterização) e a possível agregação dos resultados (ponderação).

As fases de avaliação de impacto e de análise de inventário são combinadas e interpretadas de acordo com o objetivo e escopo definidos. Após o estudo estar completo ele está pronto para a divulgação de acordo com o público-alvo definido.

Benefícios da Avaliação do Ciclo de Vida

Em uma publicação do Workshop Internacional de Avanços para uma Produção Mais Limpa, o uso da ACV inserido na produção de novos produtos pode trazer vantagem competitiva para as empresas. Segundo o mesmo, a ISO 14062 aponta que a meta da integração dos aspectos ambientais no projeto e desenvolvimento de produto é a redução dos impactos ambientais adversos do produto por todo o seu ciclo de vida.

De acordo com essa ISO, os potenciais benefícios obtidos pela organização ao se fazer o ACV, incluem:

  • Redução de custos, pela otimização do uso de materiais e energia.
  • Processos mais eficientes.
  • Redução da disposição de resíduos.
  • Estímulo à inovação e criatividade.
  • Identificação de novos produtos.
  • Atingir ou superar as expectativas dos clientes
  • Melhoria da imagem da organização e/ou marca
  • Incremento do conhecimento sobre o produto.
  • Redução de riscos.
  • Melhoria das relações com agências reguladoras.
  • Melhoria das comunicações internas e externas.

 

A maior parte dos custos financeiros e impactos ambientais resulta das decisões tomadas na criação do produto, com o isso a ACV consegue trazer benefícios para a empresa através da redução de recursos e de desperdícios.

Precisa diminuir os desperdícios com resíduos na sua empresa? Fale com a gente.

Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook
Twitter
LinkedIn