Design sem nome (14)

Reciclagem de Isopor: o processo é possível, viável e já acontece4 min read

isofort

O material que conhecemos hoje como Isopor foi descoberto em 1949, na Alemanha, por dois químicos, Fritz Stasny e Karl Buchholz. Porém, Isopor não é o nome real do material, mas o nome da marca que o popularizou. Seu nome verdadeiro é Poliestireno Expandido ou EPS, uma sigla mais fácil de pronunciar.

O EPS é produzido a partir do Estireno, uma substância derivada do petróleo que, ao ser misturada com gases (hoje, é utilizado o pentano, um gás não poluente) se expande, podendo ser modelado em diferentes formatos, tamanhos e até densidades.

Conteúdo

Visita à Isofort

Realizamos uma visita na fábrica de nossa parceira, a Isofort, que não só fabrica EPS como também o recicla! Júlio, o proprietário, e Cristiane, a Engenheira Ambiental da fábrica, nos guiaram ao longo do processo produtivo e nos mostraram que reciclagem de EPS é viável e possível para todos os fabricantes comprometidos com o ciclo do produto e com o meio ambiente!

A Isofort possui um serviço de coleta gratuita de grandes volumes de EPS usado, especialmente para grandes empresas e, a partir de todo o material coletado, fabricam novos produtos, misturando EPS novo e reciclado.

Imagem: EPS coletado pela Isofort e armazenado para passar pelo processo de reciclagem (à esquerda) e EPS virgem, que pode ser misturado ao reciclado para a fabricação de vários produtos (à direita).

O processo de reciclagem ocorre a partir da tritura do material coletado. Esse material triturado, a seguir, é misturado ao material novo (em diferentes proporções, dependendo da finalidade e do formato do EPS a ser produzido) e ao gás pentano. A pressão presente no processo gera a expansão do estireno e dá origem ao EPS.

Esse material é extremamente versátil e pode ser fabricado em diversos formatos e tamanhos, para diversas finalidades e segmentos, como isolamento térmico, preenchimento em construção civil e setor automobilístico e embalagens para alimentos e bebidas.

Apesar de sua reciclagem ser possível e viável, poucos sabem desse fato sobre o EPS. E aí? Já sabia que a reciclagem desse material é possível? No blog, também temos um post falando sobre o que são resíduos e rejeitos, e o que fazer com eles. Lá, você irá entender porque o EPS é resíduo, apesar de tratarmos ele como rejeito.

Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que

Índice Dow Jones de Sustentabilidade

Índice Dow Jones de Sustentabilidade

Conteúdo O que é sustentabilidade empresarial? A sustentabilidade pode ser entendida como uma questão de se estabelecer distribuição igualitária de bem-estar associado

como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que

como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que