Design sem nome (14)

Reciclagem de lâmpadas6 min read

Lampadas

As lâmpadas podem ter vários modelos e podem ser feitas de vários materiais. Ao longo do tempo os modelos sofreram modificações para economizar energia e serem mais sustentáveis.

Conteúdo

Quais os tipos de lâmpadas?

Existem 3 principais tipos de lâmpadas: incandescente, fluorescente e LED. Saiba mais sobre as características de cada uma delas.

Incandescente

Em 2011 foi criado o Plano Nacional de Eficiência Energética (PNEf), pelo Ministério de Minas e Energia (MME), em que se estabeleceu o fim da comercialização da lâmpada incandescente até 2017, por não atenderem às especificações mínimas de eficiência luminosa.

funcionamento da lâmpada incandescente se dá quando a corrente elétrica (a corrente elétrica acontece quando ligamos o interruptor) entra no sistema através de duas gotas de solda de prata na parte inferior do bocal. Em seguida, a corrente percorre os fios de cobre, que estão dentro do bulbo de vidro. Entre as duas extremidades dos fios de cobre, estende-se o filamento de tungstênio. Esse filamento esquenta e libera energia em forma de calor (95%) e luz (5%).

lampada incandescente

Fonte: USP.

Fluorescente

Escolhida como substituta da lâmpada incandescente, a lâmpada fluorescente é mais eficiente energeticamente e tem o tempo de vida médio de 6.000 horas, além de ser 80% mais econômica do que a incandescente.

O seu funcionamento se dá com a passagem de corrente elétrica através do gás argônio e do vapor de mercúrio em um tubo fechado.

Apesar de suas vantagens, a lâmpada fluorescente pode se tornar um problema quando não é direcionada para a reciclagem após o uso. O problema é que a lâmpada possui vapor de mercúrio e quando destinada em aterros controlados e lixões, ao ser quebrada, acaba poluindo o solo e o lençol freático. A contaminação da água e dos animais aquáticos oferecem risco à saúde humana pela ingestão.

LED

As lâmpadas de LED são consideradas hoje em dia como a alternativa mais sustentável e econômica. Sendo que elas convertem 40% da energia em luz (diferente da incandescente que convertia apenas 5%) e dura 50x mais que a fluorescente.

O funcionamento do LED se dá pela movimentação de elétrons que geram energia em forma de luz. A cor da luz emitida pelo LED é determinada pelo tipo de material utilizado em sua construção.

As lâmpadas LEDs são 95% reutilizáveis e recicláveis, mas apesar disso a separação dos seus componentes ainda é difícil.

Reciclagem lâmpadas

Antes de falar do processo em si é importante lembrar como as lâmpadas devem ser descartadas. As lâmpadas de LED quebradas ou não devem ser descartadas embrulhadas em jornais, ou em caixas que possam sinalizar ao serviço de coleta que o material é cortante.

A lâmpada fluorescente precisa de mais cuidado para descartar se estiver quebrada. Ao quebrar é preciso deixar o local 15 minutos isolado e depois fazer a limpeza com o uso de máscara e luvas. O vidro deve ser descartado assim como o das outras lâmpadas. Já o mercúrio deve ser coletado e armazenado em um pote isolado para não evaporar. Por último, é preciso limpar o local com água sanitária e sinalizar o resíduo como tóxico.

Fluorescente

reciclagem da lâmpada fluorescente é feita através da moagem do material e tratamento térmico.

Após a moagem são separados os 5 tipos de materiais: alumínio, latão ou ferro-metálico, vidro, poeira fosforosa rica em mercúrio e o isolamento baquelítico. Depois de separados, cada material vai para um tipo de reciclagem. O alumínio por exemplo pode ser reciclado em uma fundidora e virar outro produto de alumínio. O isolamento é a única parte da lâmpada que não é reciclável.

LED

O descarte de uma lâmpada LED deve ser feito em locais específicos de coleta de lâmpadas.

Apesar de ser composta por materiais recicláveis, a indústria tem dificuldade de fazer a separação dos materiais, são eles: vidro, plástico, cerâmica e alumínio.

Existem 3 principais tecnologias para a reciclagem de lâmpadas LED, o processo de separação centrífuga para todos os modelos menos os bastonetes, o processo de separação Kapp para o formato bastonete e o processo Shredder indicado para lâmpadas quebradas.

Ficou com dúvida sobre reciclagem de materiais? Entre em contato.

Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que

Índice Dow Jones de Sustentabilidade

Índice Dow Jones de Sustentabilidade

Conteúdo O que é sustentabilidade empresarial? A sustentabilidade pode ser entendida como uma questão de se estabelecer distribuição igualitária de bem-estar associado

como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que

como vender sucata metalica

Como vender sucata metálica?

Vender materiais que iriam para aterros sanitários é bastante interessante, mas antes de querer vender qualquer tipo de resíduo, é importante que